Conheça 5 tendências de trade marketing para 2021

Conheça 5 tendências de trade marketing para 2021

Para quem atua no universo varejista, ter uma estratégia de trade marketing é indispensável para empresas que querem ver o faturamento crescer. Por essa razão, é importante estar atento às novidades e oportunidades de crescimento do mercado. Neste post, conheça as tendências de trade marketing para 2021 e saia na frente ao inovar em seu negócio.

 

As novas tendências de trade marketing são consequências do “novo normal”

 

tendências de trade marketing para 2021

 

É fato que a pandemia do novo Coronavírus acelerou a transformação digital em inúmeros aspectos e que suas consequências causarão grande impacto em todos os nichos de mercado, principalmente o varejista.

E esse é um fator pelo qual as empresas da atualidade devem dar o máximo de atenção. Afinal, é sobre uma mudança estrutural nas organizações que insere um papel essencial para a tecnologia. 

Por essa razão, acreditamos que as principais tendências de trade marketing para 2021 serão focadas neste “novo normal” e em todos os hábitos que estão se construindo. A seguir, saiba no que ficar de olho para o próximo ano.

Leia mais: Como a pandemia virou o motor para acelerar a Transformação Digital

 

As tendências de trade marketing para 2021

A transformação do PDV em PDS e outras tendências em que o trader precisa estar atento:

 

As lojas estarão mais integradas ao ecossistema online da marca

Além da loja estar conectada aos sistemas da empresa, o vendedor também deverá estar. Ou seja, cada vez mais a simbiose entre Marca – PDV – Vendedor deverá se fortalecer. 

Podemos dizer que o vendedor é o ativo móvel com maior capilaridade dentro da cadeia de vendas, ele pode ativar sua rede de contatos antes mesmo da loja ou da empresa. Ele poderá continuar vendendo ou ampliando o network mesmo não estando no horário comercial.

 

QR code será uma das tendências de trade marketing como um novo padrão

Uma das tendências com mais chances de expansão é a utilização do QR Code no PDV, seja para pagamentos ou para autoatendimento.

Já utilizado em massa em países como China e Japão, seu uso foi amplamente validado nos países ocidentais durante estes tempos de distanciamento social.

 

Mais espaço para storage nas lojas físicas, mais capilaridade e velocidade de distribuição

Lojas como mini centros de distribuição para atender às vendas online deverão ser a nova tendência, seja por meio de coleta na calçada (curbside) ou de entrega.

Porém, esse modelo também está sendo testado, forçando os varejistas a mudar a forma como operam e treinando os funcionários, além de compreender como essa mudança pode afetar os seus ganhos, já que envolve custos adicionais na jornada de consumo.

 

A transformação do PDV em PDS. As lojas vão vender mais serviços e menos produtos.

O PDV passa a ser um local de experiências. As lojas físicas passam a oferecer serviços, como conserto de bicicletas ou espaço para trabalhar com internet ultrarrápida*.

Porém, muitos negócios deverão deixar de ser pontos de venda de produtos e passarão a ser pontos de serviço. Hoje é mais fácil e rápido, além de mais em conta, comprar um pneu via online do que ir a um autocentro fazer a mesma operação. Até porque na maioria das vezes não encontramos na loja o produto desejável. Entretanto, precisaremos dela para fazer o serviço.

* Fonte ESTADÃO.

 

Mais experiência e omnichannel

Com certeza o espaço físico não vai acabar. Até porque somos seres humanos e precisamos de interação para seguirmos adiante, em todos os sentidos.

Todavia o PDV que estávamos acostumados sofrerá transformações. Se tornará um ponto de serviço, apoio à venda, de entrega, de informação e de prova. Ou seja, onde poderemos ter experiências melhores com a marca.

Não precisaremos mais ter que comprar no momento em que decidimos, pois a tecnologia nos faculta comprar quando e onde desejarmos. Porém, acreditamos na máxima “é no PDV que decidimos a compra”, mas acrescentaríamos: “mas eu decido quando, em que canal quero comprar e aonde quero receber”.

 

Leia mais: Ferramentas de trade marketing: o que saber antes de escolher uma para a sua empresa

 

TradeTools: a ferramenta de trade marketing que a sua empresa precisa

 

O TradeTools Creator é uma ferramenta SaaS que permite que equipes comerciais, de marketing e traders administrem a demanda e a criação de diversos materiais de comunicação online e offline, de maneira simples e rápido. 

Nossa ferramenta ajuda a segmentar portfólios amplos e diversificados para que se encaixem à necessidade de cada cliente, criando materiais customizáveis para qualquer momento, sejam eles digitais ou impressos, sem perder a identidade visual da sua empresa.

Deseja aumentar os seus resultados? Clique no banner abaixo e conheça o TradeTools.

 

 

Administrador

Equipe de Marketing & Customer Success Tradetools.

Posts Relacionados

Deixe Um Comentário